Práticas de Grande Impacto (PGI) em Planejamento Familiar

As Práticas de Alto Impacto (PAIs) são um conjunto de práticas de planificação familiar baseadas em evidência, avaliadas por especialistas de acordo com critérios específicos e documentadas em formato fácil de usar.

Endossadas por mais de 30 organizações, as PAIs refletem o consenso em torno do que atualmente entendemos serem as melhores práticas na planificação familiar. As PAIs são identificadas com base na magnitude comprovada de seu impacto no uso de contraceptivos e em sua potencial utilização nos cenários mais variados. Inclui-se nesta avaliação outras medidas de resultado relevantes, como a gravidez não intencional, fertilidade ou algum dos determinantes principais da fertilidade (casamento tardio, espaçamento de gravidezes ou aleitamento materno), bem como a evidência de replicabilidade, escalabilidade, sustentabilidade e a relação custo-efectividade.

Este resumo seminal oferece uma lista de todas as PGIs identificadas pelo Technical Advisory Group (Grupo de Consultoria Técnica – TAG). O TAG reúne-se ao menos uma vez por ano para revisar evidências, fazer recomendações e assegurar que as Práticas de Grande Impacto correspondam aos critérios estabelecidos pelos parceiros avalistas.

Classificação das PAIs:


Baixe a lista PAI:
EN | ES | FR | PR

Atualizado Abril de 2019

  • Estimular o compromisso para apoiar programas de planificação familiar.
  • Desenvolver, implementar e monitorar políticas públicas de apoio à planificação familiar.
  • Aumentar a alocação e o uso eficiente de recursos financeiros públicos, nacionales para o planejamento familiar voluntário nos níveis nacionales e subnacionales.
  • Desenvolver um sistema para a cadeia eficaz de gestão de suprimentos para a planificação familiar, de forma que homens e mulheres possam escolher, obter e usar os métodos contraceptivos que quiserem ao longo de sua vida reprodutiva.
  • Desenvolver e apoiar competências de liderança e gestão de programas de planificação familiar.
  • Manter as meninas na escola para melhorar a saúde e o desenvolvimento.


Comprovadas

  • Integrar ao sistema de saúde os agentes comunitários de saúde (ASCs) com o treinamento, equipamento e suporte necessários.
  • Planificação familiar pós-aborto: Oferecer aconselhamento e serviços de planificação familiar ao mesmo tempo e no mesmo local onde as mulheres recebem serviços relacionados ao aborto espontâneo ou induzido.
  • Apoiar a distribuição de uma ampla gama de métodos de planificação familiar e promoção de comportamentos contraceptivos saudáveis por meio de marketing social.
  • Apoiar a prestação de serviços móveis para fornecer uma ampla gama de contraceptivos, incluindo contraceptivos reversíveis de ação prolongada e métodos permanentes.
  • Planificação familiar imediatamente ao pós-parto: Oferecer aconselhamento e serviços contraceptivos como parte dos cuidados prestados durante o parto em centros de saúde.

Promissoras


Comprovadas

Promissoras

Adicionalmente, há tecnologias e práticas que não são por si intervenções autônomas, mas que são executadas
junto com outras práticas de alto impacto para intensificar ainda mais este impacto; estas são denominadas
Melhorias das PAIs. Estas incluem:

  • Incorporação de elementos da prestação de serviços amigáveis para adolescentes aos serviços de contracepção e de saúde existentes.
  • Uso de tecnologias digitais em saúde para programas de apoio e prestação de serviços de planificação familiar.
  • Cupões: Lidando com iniquidades no acesso a serviços contraceptivos.